O que são Títulos Públicos?

103
2694
Caixa Forte

Quando pensamos em investimentos, o banco é a primeira coisa que nos vêm à cabeça. Mas essa é a opção mais segura de investimento?

Não, a maneira mais segura para investir é emprestar dinheiro para o Governo. Para emprestarmos ao banco existe o CDB, e para emprestar ao Governo existem os Títulos Públicos.

O Governo Federal, através do Tesouro Nacional, emite títulos para financiar a dívida do país, isto é, a diferença entre os gastos e a arrecadação. Esses títulos podem ser pré-fixados, pós-fixados ou indexados à inflação e, assim como os CDB, têm um prazo de vencimento e um modo de remuneração já definidos no momento em que são emitidos.

Mas por que alguém emprestaria dinheiro para o governo?

A resposta é simples: porque o risco é muito baixo.

O Governo é equivalente a uma empresa muito grande, com grande geração de caixa, e por isso possui menos risco que uma empresa ou banco. No limite, o Governo dispõe de outros instrumentos para quitar suas dívidas, como por exemplo aumentar os impostos ou imprimir mais dinheiro.

Algumas pessoas podem ainda indagar: e por que o governo toma dinheiro emprestado se pode simplesmente imprimir mais dinheiro?

Ao imprimir mais dinheiro o governo estaria aumentando a quantidade/oferta de dinheiro na economia, reduzindo assim o seu valor e gerando inflação. Como os brasileiros estão cansados de saber, isso não é uma boa alternativa.

Tipos de Títulos Públicos

Existem diversos tipos de títulos públicos, mas vamos nos concentrar nos mais comuns. São eles:

LFT (Letras Financeiras do Tesouro): Títulos pós-fixados que são remunerados pela taxa Selic. O CDI, que remunera os CDB pós-fixados, acompanha a taxa Selic e não o contrário! E por razões técnicas, o CDI é um pouco menor que a taxa Selic corrente. Uma estratégia comum que emprega esses títulos é a reserva de emergência, já que possuem alta liquidez.

LTN (Letras do Tesouro Nacional): Títulos pré-fixados, ou seja, tem um valor fixo pelo qual serão resgatados na data do vencimento. Junto com as LFT, são os títulos mais comuns. Em geral são utilizadas em estratégias de curto/médio prazo, pois costumam render mais que as LFT. Também é comum em estratégias de investimento mensal.

NTN-F (Notas do Tesouro Nacional, Série F): Títulos pré-fixados como as LTN, porém com pagamentos de juros semestrais (cupons). A idéia central é a mesma da LTN, mas tem um tratamento matemático mais complicado. Em geral, tem um prazo de vencimento mais longo, mas não são tão atrativas para pessoas físicas por causa da tributação dos cupons.

NTN-B (Notas do Tesouro Nacional, Série B): Títulos indexados à inflação, corrigidos pelo IPCA e acrescidos de uma remuneração pré-fixada. Assim como a NTN-F, tem pagamentos semestrais de juros. É uma opção para quem quer proteção contra a inflação. Existe uma “variação” desse título no Tesouro Direto chamada NTN-B Principal, que não tem pagamentos semestrais de juros (cupons) e paga toda a remuneração acumulada no vencimento. A NTN-B Principal está para a NTN-B como a LTN está para a NTN-F, sendo bastante utilizada para objetivos de longo prazo, como aposentadoria ou faculdade dos filhos. Outra aplicação comum é em estratégias de investimento mensal.

Tesouro Direto

O Governo lançou em 2002 o Tesouro Direto, uma plataforma online que possibilita a qualquer cidadão que compre títulos públicos de maneira muito fácil. Um outro artigo fala especificamente sobre como funciona o Tesouro Direto.

A conclusão mais importante desse artigo é: se não existe nada mais seguro em um país do que emprestar para o Governo, nenhum investidor deveria aceitar qualquer alternativa de investimento que tenha expectativa de render menos que os títulos públicos, exceto pelos custos.

Infelizmente não é o que acontece: a poupança ainda é o investimento mais comum e é considerado como o mais seguro, o que não é verdade. Além disso, os bancos costumam disponibilizar diversos produtos que exploram a falta de conhecimento dos investidores.

Ulisses Nehmi é editor do Blog do Investidor e profissional da área de investimentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

103 COMENTÁRIOS

  1. Seu blog tem me ajudado muito, estou estudando para a prova da ANBIMA, e estou pesquisando cada detalhe , o significado de cada coisa. Sou muito leigo ainda no assunto mas tenho o interesse de seguir carreira na área bancaria

  2. Boa tarde,
    Gostaria que me esclareça umas duvidas. Sou portadora de um título de Brazil Railway Company ja com o laudo tecnico de autenticidade e queria saber como o posso vender, qual é o procedimento.

  3. Trabalho para uma empresa chamada Partners Brazil, que, além de outros serviços, oferece também a plataforma Euroclear para viabilização da venda de títulos (certificamos o título para venda).

    Nosso serviço, em relação à plataforma Euroclear, inclui:

    – Certificação digital
    – NCDC (contrato internacional)
    – Monetização
    – Câmbio
    – Outros contratos internacionais (subcontratos)
    – Plataforma (programasoftware)
    – Hardware
    – Open account (abertura de conta no Euroclear)
    – BIC swift bancário (código de correspondência)
    – Forms (formulários de preenchimento)
    – EDT (Eletronic Document Transmission)

    O preço do serviço é 50 mil euros. Já temos experiência neste ramo. Se o título for aprovado pelo banco, o prazo limite para que esteja na tela é de 25 dias. O banco selecionado irá depender, temos uma lista com cerca de 30 opções.

    att,

    Leonardo Carvalho
    Consultor em comex na Partners Brazil
    (61) 8192-0448 (TIM)
    [email protected]

  4. Gostei muito da matéria sobre Investimentos em Títulos Públicos, mas uma parte que eu achei super interessante e de uma verdade extrema, é o último parágrafo, onde falam que “a poupança é um investimento mais seguro e que isso não é verdade” , e o mais importante disso tudo foi quando disseram que ” os bancos costumam disponibilizar diversos produtos que exploram a falta de conhecimento dos investidores”, ou seja, eles aproveitam daqueles que são desprovidos de informações para captar dinheiro e os investidores possuem uma rentabilidade mínima sobre o valor investido. Infelizmente!

  5. su]imilares mundeal grobal dotitula do governo federal mundeal cnpj;14578171000107 enpresa devidual domundo da te guinalogia mundeal industral dd11941611394 similares mundeal advogacia advogado presidente amt2799 oficial ezecutivo admistrativo altomobolismo esportelazecutral mundeal cpf.35079290587 auto 1001 atigo 17 paragrafro 5 guinto da leifederal de 19968 pagrafro 36 da carta da republica mundeal real de toda creativibilidade mundeal

  6. Boa tarde!
    Gostaria de saber onde devo procurar para investir em títulos públicos? E qual categoria seria melhor para um investimento a longo prazo LTN ou NTN-F com o valor de R$60.000,00?

  7. Uma vez participei de uma palestra na Receita |Federal e o palestrante disse que os titulos publicos/podres não valem mais nada, mas de acordo com a sua matéria não é bem isso né?! Você pode me explicar a diferença?

  8. azipresa e fato vitima hoauto jose.carlos.dearaujocrespim pelos comrupido do alajato engeral hotros envovidu alen

  9. A algum tempo atrás o Bacen modificou os nomes de alguns Títulos Publicos Federais , por exemplo : LFT , que agora se chama tesouro SELIC , gostaria de saber de todos os nomes atualizados dos Títulos , pois farei a prova da anbima ( cpa-10 )

    Desde já agradeço pela ajuda !

  10. Muito legal sua matéria, bem esclarecedora e numa linguagem acessível à maioria as pessoas, parabéns.

    Apenas ressalvo a questão das segurança da poupança. Ela é tida como o investimento mais seguro pois é garantida pelo Fundo Garantidor até o valor de R$ 250.000,00 na maioria das instituições e em qualquer valor na Caixa Econômica Federal.

    Na compra de títulos pelo Tesouro Direto existe alguma valor ou modalidade garantido pelo Fundo Garantidor? Pois fora isso, é a única vantagem da poupança.

  11. Boa noite.
    Sempre tenho dúvidas quando ás pessoas falam em comprar títulos públicos.
    Esses títulos seriam o mesmo que os investimentos oferecidos pelos bancos?

  12. Nao entendo muito bem esta questao de letras, como aplicar e se é seguro pelo fgta.
    Tenho atualmente algo em tono de 100 mil em LCA/LCI, simulando quanto este valor me renderia a mais estando aplicado em Titulos?

    Obrigada!