Quando vale a pena investir na Poupança?

Escrito por: Ulisses Nehmi | Data: 19/12/2011 | Categoria: 55 comentários
Poupança: quando vale a pena?

A Poupança é o investimento mais tradicional do Brasil. É natural que essa condição venha acompanhada de uma série de mitos: mito de que ela é o investimento mais seguro, o mito de que ela rende mais porque não paga imposto, o mito de que quando os juros caem, a poupança se torna a melhor alternativa, etc.

Uma dúvida muito comum é como comparar o rendimento de qualquer investimento com a Poupança. E a pergunta é excelente! Investir é a arte de comparar e escolher a alternativa que atende melhor as suas necessidades. Pode parecer simples, mas procurei bastante e não achei essa resposta pronta na internet! Algumas vezes até existem algumas coisas sobre o assunto, mas com linguagem complicada ou de forma superficial. Neste caso os autores mostram como fazer a conta e deixam o trabalho para o investidor. Lógico que as dúvidas continuam. Chega de “achismo”, mãos a obra!

Comparando a Poupança com o CDI

Para fazer a comparação, é importante lembrar alguns conceitos básicos. A Poupança rende 0,5% a.m. + TR no dia do aniversário (a cada mês) e não tem Imposto de Renda sobre o rendimento.

Para comparar investimentos, o ideal é escolher um indicador de referência (benchmark). A referência mais comum para a renda fixa é o CDI, que também será a nossa escolha. Ainda, sabemos que quase todas as aplicações de renda fixa têm IR sobre o rendimento, e a alíquota diminui com o tempo. Para uma comparação justa, isto deve ser levado em consideração.

Planilha do MS Excel

A planilha acima calcula o rendimento da poupança em relação ao CDI, e não ao contrário. Calcular o rendimento líquido do CDI parece até mais óbvio, mas a maior parte das comparações de retorno costumam ser feitas com o rendimento bruto em relação ao CDI. Assim não criamos um conceito novo e podemos comparar esses resultados com um CDB que rende 98% do CDI, ou um fundo que rende 95% do CDI, ou uma estratégia que rende 103% do CDI, por exemplo. Dessa forma, consideramos o rendimento da Poupança e somamos o que seria o valor do IR se fossem aplicadas as mesmas regras da Renda Fixa. Assim chegamos a um valor de “Poupança Ajustada”, que pode ser comparado a uma aplicação de renda fixa que rende 100% do CDI, ambas antes da incidência do IR. O gráfico abaixo mostra o desempenho da Poupança em relação ao CDI.

Comparação de Desempenho: Poupança x CDI

Dessa forma, pode-se observar que com o CDI atual de 10,88% a.a., em 3 anos o CDI renderia 36%, enquanto que a “Poupança Ajustada” teria rendido só 27%. O rendimento de uma aplicação de Renda Fixa que rende 100% do CDI seria 25% maior que a Poupança, mesmo levando a isenção de IR na Poupança em consideração. É uma diferença enorme!

Quando vale a pena investir na Poupança?

É importante notar que quanto maior os juros básicos da economia, pior é o desempenho da Poupança em relação às demais aplicações, e vice-versa. A tabela abaixo também foi elaborada com a planilha acima e mostra o quanto uma aplicação de Renda Fixa deve render, em % do CDI, para ter o mesmo rendimento da Poupança. Também fica evidente que quanto maior o prazo da aplicação, pior o desempenho da Poupança.

Quanto uma aplicação de Renda Fixa tem que render para igualar a Poupança?

Como podemos observar acima, a Poupança começaria a se tornar um bom investimento de curto prazo quando os juros básicos da economia caíssem para níveis próximos de 8% a.a. Nesse caso, no entanto, há uma grande probabilidade do Governo mudar a regra de remuneração da Poupança para voltar a deixá-la menos atrativa. Essa é uma questão técnica, dado o impacto negativo que uma Poupança atrativa teria sobre todo o Sistema Financeiro Nacional.

Por fim, fica claro que com o amadurecimento da economia brasileira e dos investidores, é muito difícil achar um motivo plausível para alguém que se importa com seus investimentos (como os nossos leitores) continuar investindo na Poupança. Um exemplo disto são os Títulos Públicos no Tesouro Direto, que rendem mais que a Poupança, possuem menor risco e tem liquidez semanal.

Ulisses Nehmi é editor do Blog do Investidor e profissional da área de investimentos

Artigos relacionados
55 Comentários
  1. Manoel, em 19/12/2011

    Comparação justa? Poupança bruta? Não entendi.

    • Vitor Nagata, em 19/12/2011

      Manoel,
      A poupança é isenta de IR, outras aplicações em renda fixa não. Como o que importa é o retorno líquido, fizemos este ajuste para fazer uma comparação justa.
      Abs

      • Igor, em 19/12/2011

        Pq nao calculou a rentabilidade liquida do CDI?

        • Ulisses Nehmi, em 19/12/2011

          Igor,
          Boa pergunta. Parece até mais óbvio, não? No entanto, a maior parte das comparações costumam ser feitas com o rendimento bruto em relação ao CDI. Só fizemos dessa forma para não criar um conceito novo. Assim podemos comparar esses resultados com um CDB que rende 98% do CDI, ou um fundo que rende 95% do CDI, ou uma estratégia que rende 103% do CDI, por exemplo. Se uma aplicação não tiver a expectativa de render nem 80% do CDI, por exemplo, fica mais fácil concluir que ela é ainda pior que a poupança.
          Abs

  2. João Fernando, em 21/12/2011

    Procurando melhores formas de investimento achei algumas dicas no site http://www.ipoupar.com.br

  3. André Proença, em 21/12/2011

    Excelente artigo! Muito bom! Valeu!

    Um abraço pra vocês e um bom fim de ano!

    • Ulisses Nehmi, em 21/12/2011

      André,
      Muito obrigado!
      Abs

  4. Leandro, em 27/12/2011

    Muito interessante o tema, mas acho que a poupança bate os fundos de renda fixa no curto prazo se debitarmos as taxas de administração dos fundos.

    Abraços a todos, adoro o site e acompanho pelo twitter.

    • Ulisses Nehmi, em 27/12/2011

      Leandro,
      Muito obrigado pelo comentário!
      De fato, muitos grandes bancos oferecem fundos que tem rendimentos líquidos inferiores à poupança, sobretudo quando o montante requerido para investimento é baixo.
      É justamente nesses casos que o Tesouro Direto mostra a sua grande vantagem: com apenas R$ 100 é possível fazer um investimento seguro e com boa rentabilidade.
      Abs

  5. Simone, em 01/01/2012

    Boa Tarde!

    Não tenho nenhum conhecimento de investimento, mas estou pensando em investir, gostaria de saber qual o mais seguro e que posso ter um bom rendimento.

    Abs

    • Ulisses Nehmi, em 02/01/2012

      Simone,
      O Tesouro Direto é uma boa opção. Tem bastante material sobre isso aqui no Blog do Investidor. Sugiro começar entendendo como ele funciona.
      Abs

  6. Fernando, em 05/01/2012

    Primeiramente ótimo artigo !
    Eu tenho uma dúvida, e todos que pergunto me dão uma resposta diferente.Por favor ,se possível me esclareça .Poupança acima de 50 mil paga imposto ou não !

    • Ulisses Nehmi, em 06/01/2012

      Fernando,
      Como você pode observar no artigo, não consigo imaginar nenhum motivo para ter dinheiro na poupança, principalmente mais de R$ 50 mil, mas não pagaria imposto não.
      Quando os juros básicos da economia caíram a 8,75% em 2008, saíram algumas especulações a respeito na imprensa, mas nenhuma medida oficial foi tomada nessa sentido.
      Abs

    • sebastiao r, em 25/06/2012

      sim,apartir desse valor começa a pagar cofins e outras taxas

  7. Matheus, em 21/01/2012

    Ulisses,
    Você poderia fazer um cálculo real, comparando poupança, renda fixa e tesouro direto? Considere, por exemplo, o simples valor de R$ 100,00 e sua rentabilidade ao fim de um ano, por exemplo.
    Ainda estou bastante confuso sobre o assunto…

    • Ulisses Nehmi, em 22/01/2012

      Matheus,
      Farei cálculos aproximados só pra ilustrar a diferença.
      Em 2012 a poupança deve render algo próximo de 6,5%.
      O CDI deve render perto de 9,7%, que descontando o Imposto de Renda deve dar 8,2%. No Tesouro Direto, os títulos tem expectativa de render mais que o CDI, e o custo é bem baixo (em torno de 0,3% ao ano).
      Fundos também podem ser uma opção, se as taxas não forem muito elevadas, ou mesmo CDB, desde que com uma taxa razoável (98% do CDI ou mais).
      Abs

  8. Ulisses Nehmi, em 22/01/2012

    Fiz uma atualização no artigo:
    1. Troquei o nome “Poupança Bruta” por “Poupança Ajustada”, que seria o equivalente à Poupança + IR do regime de renda fixa, que é o valor da poupança que deve ser comparado com outros investimentos.
    2. Inclui no gráfico o rendimento da poupança, sem ajustes, para deixar mais claro que a mesma rende MUITO menos que o CDI.

  9. Felipe, em 26/01/2012

    Boa tarde.
    Gostei muito do blog. Vocês tem ele em aplicativo para acessar pelo iphone?
    Att

    • Ulisses Nehmi, em 26/01/2012

      Felipe,
      Obrigado pelo comentário!
      Não temos nenhum aplicativo pra iPhone, mas você pode receber os novos artigos por e-mail, basta colocar o seu endereço na barra lateral do site do Blog do Investidor.
      Abs

  10. Eduardo Cunha, em 06/02/2012

    Boa noite Ulisses, parabéns pelo blog está me ajudando muito!
    Faz uns 7 meses pensei em fazer um investimento mensal para poder trocar de carro sem pagar financiamento. Acabei fazendo um consorcio, hoje percebo que não foi a melhor opção, mas agora não tem como voltar a trás. Mas pretendo fazer mais um investimento mensal em torno de R$ 250,00, o que me aconselharia? Isso para um retorno entre 1 ou 2 anos. Pensei em ETFs será muito ariscado?

    Desde já muito obrigado!
    Um forte abraço
    Eduardo

    • Ulisses Nehmi, em 11/02/2012

      Eduardo,
      ETF em geral são alternativas de renda variável. Eu sugeriria você começar com uma reserva de emergência, antes de partir para outros tipos de investimento.
      Abs

  11. Junior, em 14/02/2012

    olá…gostei muito do seu blog, mas como entendo muito pouco de investimento não consigo me decidir. Tenho 90.000,00 e não sei se aplico numa poupança de uma cooperativa de crédito que dá 0,68% ao mês ou procuro outra opção, como Tesouro direto, CDB….poderia me ajudar? obrigado.

    • Ulisses Nehmi, em 03/03/2012

      Junior,
      Antes do Tesouro Direto, a poupança era a principal opção para valores pequenos. Depois do Tesouro Direto, a poupança (de qualquer instituição) “perdeu o sentido” pros investidores.
      Os ganhos no Tesouro Direto hoje são 20% ou 25% maiores que a poupança, mesmo levando em conta que na poupança não tem IR. Isso pra não falar que no Tesouro Direto é possível já fazer um investimento com o prazo alinhado ao seu planejamento de quando utilizar esses recursos.
      Abs

  12. pequeno investidor, em 16/02/2012

    ola,como devo fazer para começar a investir ou seja teria q ser correntista de algum banco coisas assim?

  13. maria, em 19/02/2012

    olá, boa tarde por muito tempo fui consumista, há trés anos devo um cartão de credito e nunca pude pagar nem sei como fazer para conseguir já pensei em espera o tempo para limpar meu nome peço um conselho…mais bem hoje trabalho e depois que li o livro o homem mais rico da babilônia, pretendo guarda 300,00 por mês..queria deixar na poupança por medo mais tenho muito interesse ter uma aposentadoria legal o que devo fazer já tenho 40 anos…obrigada…. ótimo artigo

    • Ulisses Nehmi, em 03/03/2012

      Maria,
      Se você procurar ler os artigos do Blog do Investidor verá que é mais seguro (e muito mais rentável) investir em títulos públicos através do Tesouro Direto do que numa poupança.
      No entanto, se você ainda tem dívidas, deveria pensar em pagá-las primeiro, antes de investir.
      Procure a instituição que você deve, não tenha medo de enfrentá-los e renegocie a dívida. Além disso, não é o foco do Blog do Investidor, mas procure em outros sites como resolver esse problema. Eventualmente você pode conseguir trocar uma dívida cara por uma dívida mais barata. Mas a mensagem importante é: saia das dívidas antes de começar a investir.
      Abs

  14. lUCAS, em 12/03/2012

    No papel tudo muito lindo. Difícil é conseguir 100% do CDI

    • Ulisses Nehmi, em 12/03/2012

      Lucas,
      100% do CDI é um referencial, mas passar essa barreira é uma mera questão de querer, ao alcance de qualquer pessoa.
      Abs

  15. Eduardo, em 04/04/2012

    Ulisses, muito legal suas dicas. A minha dúvida é como podemos incluir a inflacao nesses números? E considerando hj uma inflacao de ~0.17% ao mes, implica e um rendimento real mais baixo e logo um investimento ruim pode na verdade trazer prejuizo, correto?

  16. Pablo, em 07/04/2012

    Parabéns por esse site; já virei leitor habitual, visito umas duas vezes por semana. É bem didático e tenho aprendido muito.

    • Ulisses Nehmi, em 07/04/2012

      Pablo,
      Muito obrigado pelo comentário!!!
      Abs

  17. Márcio Diniz, em 20/04/2012

    Hey Ulisses, qual seria o impacto negativo de uma poupança atrativa no sistema financeiro?

  18. Eliana Calixto, em 04/05/2012

    Dr. Ulisses, boa noite!

    Desejo fazer depósitos mensais de 2.000,00 regularmente. Como seria para investir em Títulos do Tesouro? Como proceder para abrir a tal conta digital? Qual é o nome do Banco? Como depositar? É seguro fazer isso pela Internet? Nese tipo de investimento é possível fazer depósitos mensais? Desculpe meu total desconhecimento. Nunca tive dinheiro para poupar; só agora com 62 anos é que me sobra dinheiro para isso… pode?
    Obrigada. Aguardo suas preciosas informações.

    Eliana Calixto.

  19. Eleasar Paulo, em 05/05/2012

    “Muito bom esse blog”
    abraço.

  20. Marcos, em 11/05/2012

    Ulisses vamos ver se entendi: Demonstre aqui e como faço na planilha, como ficaria um investimento de R$1000,00 no CDI e do mesmo valor no CDB. após 12 meses qual seria o rendimento liquido (já descontado IR) de cada aplicação?

  21. Marcos, em 11/05/2012

    Desculpe: não é CDB e sim Poupança

  22. Sidney, em 29/05/2012

    Ulisses,
    Sou poupador desde pequeno, o que contribuiu para que eu sempre tivesse uma vida financeira equilibrada. Tenho ouvido falar bastante da aplicação no tesouro direto, mas não acho fácil comparar com todas as diferenças (IR, taxas, inflação, etc). Li vários dos excelentes artigos do blog e estou me animando cada vez mais com o tesouro direto. Sou avesso a perdas, portanto não penso em renda variável (não gosto de ver números subindo e descendo…). Tenho poupança antiga e uma quantia fora dela, que deve parar no tesouro direto em breve. Pelo teste que fiz no site do tesouro, deve ser em NTN-B. Quanto à poupança antiga, num cenário de juros decrescentes, o dinheiro nela aplicado não pode passar a ser um bom investimento? Meu objetivo é de longo prazo (~10anos), portanto liquidez não é tão importante.
    Abs

  23. Alexandre, em 04/07/2012

    Olá Ulisses, parabéns pelo blog !

    Sou conservador e gostaria de investir 150 mil. No banco me ofereceram um referenciado DI com taxa de 0,70% a.a, um renda fixa com taxa de 1% a.a, um CDB-DI com 95%, e previdência com 1,75%a.a, no caso da previdência não pretendo fazer aportes mensais, e sim um único aporte inicial e depois “esquece-lo” lá durante uns 15 a 20 anos. Estou aberto a diversificar em 2 ou 3 investimentos. O que você acha, previdência é uma boa ? Com um aporte único e inicial de 40 ou 50 mil e depois não fazer mais nenhum aporte é válido ? Ou no cenário atual a poupança se torna bastante atrativa ?

    Detalhe, o prazo dos investimentos (menos a previdência) seria para 2 anos ou mais, sem liquidez diária, somente no vencimento.

    Obrigado desde já

  24. Lisia, em 27/07/2012

    Ulisses, adorei o blog. Parabens! Minha duvida é… invisto no CDI mas como o resgate é automatico quando compro algo o dinheiro sai dele, isso me prejudica? Pois que nao consigo visualizar nos extratos rentabilidade significativa. Pensei em mudar para a poupança, ja que vi muito imposto sendo descontado do meu investimento. Abraços.

  25. Douglas Peccin, em 05/08/2012

    Amigo, parabéns pelo site! Conteúdo excelente!
    Apenas gostaria que as planilhas do excel fossem em versão XP ou 2003, pois a versão 2007 é muito rescente e nem todos tem a disposição uma máquina com software novo.

    Abraços!!!

  26. Gil Perin, em 09/08/2012

    Bom dia! Parabéns pelo blog.. Estou aprofundando meus estudos sobre investimentos e já possuo uma parte de meu dinheiro no Tesouro Direto e outra parte pulverizei em fundos Multimercados sugeridos por minha corretora. Antes, pesquisei esses fundos e vi que todos são legalmente registrados AMBID, aderentes ao codigo da ANBIMA, Administrados pelo BNY Mellon, custodiados no Bradesco e cada fundo tem seu gestor tais como: Nest Investimentos; Plural Capital; Claritas .; Perfin.; Angá.; Icatu….
    Todos tem me dado na média um rendimento acima do CDI.
    Por favor comente sobre essa estratégia e sobre a segurança desses fundos multimercador. O sr. conhece esses gestores de fundos??
    No aguardo, obrigado!!

  27. Machado, em 23/10/2012

    Boa noite!
    Gostaria de saber se existe algum tipo de tarifacao, IR, taxa, imposto… para poupanca acima de 50 mil, para pessoa fisica.
    Se sim, qual.

    Desde ja obrigado!

  28. Fabio, em 24/10/2012

    Por favor me esclareça..finalmente poupanca acima de 50 mil paga ou nao IR? Li que pagaria sim, mas se fosse unico investimento nao, sao muitas lendas sobre o assunto. Tenho cerca de 70 mil em uma poupanca no Bradesco e estou assustado.

  29. Clarissa, em 27/12/2012

    Parabéns pelo blog!

  30. Americo, em 09/01/2013

    Ulisses,

    A operação de venda de um apartamento realizada com objetivo de atualização do patrimônio, onde a aquisição do novo imóvel será procedida com parte dos recursos próprios e a outra com recursos captados junto ao SFH (CEF). Pretendo com isso gerar duas situações:
    1a. Prestações decrescentes a partir de R$ 3.780,00 em 180 meses (R$ 400.000,00 financiados);
    2a Aplicação de R$ 400.000,00 em fundos como CDI que se aproximem de 1% ao mês.

    A pergunta é Você me aconselharia essa operação?

  31. JORGE M DUARTE, em 09/01/2013

    EU ENVISTIN DO 2.000.00 DURANTE 1 ANO, QUAL E O MEU RENDIMENTO NO CDB

  32. gislene, em 13/02/2013

    ola tenho 18 mil na poupança qual seria a melhor forma de investir esse dinheiro com maior rentabilidade e sem grande risco pretendo comprar uma casa

  33. Marcos, em 28/02/2013

    Muito bom artigo. Receberei dez mil através de uma indenização. Investir em títulos públicos através do tesouro direto no prazo de um ano renderá mais que a poupança?
    Grato.

  34. Zeca Oliveira, em 06/05/2013

    Ulisses, a planilha Excel (poupança x CDI) continua valendo com as novas regras para aplicação em poupança ou precisa fazer algum ajuste? Se precisar de ajustes vc poderia enviar o arquivo da planilha pelo meu e-mail?
    Muito obrigado e parabéns pelo trabalho e pelas suas orientações.

  35. Cardona, em 10/05/2013

    Tenho R$200,000,00 mas estou perdido pois não sei em que investir , pensei em comprar imoveis na planta que você me aconselha

  36. Leonardo, em 24/09/2013

    Boa tarde Sr. Ulisses.
    Sou bem iniciante nesta área e gostaria de saber em qual dessas aplicações me renderia mais em um prazo de 36 meses com valor aplicado de R$300.000,00.
    Isso descontando IR e taxas administrativa.

    Parabéns pela matéria.

    Abraços

  37. Rafaela Dias, em 26/03/2014

    Ola, gostei muito do artigo. Sou leiga no assunto, pretendo fazer um investimento seguro no qual tenha um retorno maior.. meu prazo e de dois e meio a tres anos um investimento em media de uns 1300 a.m. o que você me indica?

  38. graci, em 27/03/2014

    Estou fazendo um trabalho de faculdade. Preciso de ajuda na parte financeira. Você pode informar seu e-mail para fornecer esse tido de ajuda? Obrigada!

Deixe seu comentário

*

Receba as novidades do Blog do Investidor