Conceitos Básicos sobre CDB

Escrito por: Ulisses Nehmi | Data: 06/07/2011 | Categoria: 60 comentários
Depósito Bancário

Quando pensamos em investimentos, frequentemente lembramos da poupança, que é  a escolha mais simples  e prática. No entanto, já falamos exaustivamente aqui no Blog do Investidor que existem muitas opções mais interessantes que a poupança. Também falamos que uma forma comum de investir é emprestar dinheiro para o banco em troca de um retorno.  O banco utilizará este dinheiro para exercer sua principal atividade: emprestar dinheiro.

E qual a forma mais simples de fazer isso? Através do CDB, ou Certificado de Depósito Bancário, por um prazo e remuneração determinados.

Para entender de onde vem esse nome, vamos imaginar como era feita essa operação 50 anos atrás. O investidor levava o dinheiro em espécie para emprestar ao banco e o entregava ao gerente em troca de um certificado (comprovante/recibo). Neste documento estavam especificados: o nome do banco, a data de vencimento, o valor original e qual seria a remuneração para este empréstimo. Hoje em dia, o processo é exatamente o mesmo, embora mais tecnológico: o investidor combina com o gerente o prazo e a remuneração, e com alguns cliques no terminal o gerente aplica o dinheiro da sua conta. Uma dica: em geral as taxas para aplicação através do Internet Banking dos grandes bancos são muito piores do que os gerentes podem oferecer, então evite fazer aplicações por esse canal. Não custa nada ligar para o gerente.

Há basicamente 3 tipos de CDBs: os pré-fixados (é informado no momento da aplicação exatamente qual valor será resgatado no vencimento), os pós-fixados (o valor investido e seus rendimentos serão corrigidos pelo percentual de algum indicador, normalmente o CDI) ou os indexados à inflação (um misto dos dois casos anteriores, ou seja, haverá uma remuneração pré-fixada acrescida da inflação acumulada no período). Note que em todos os casos, mesmo no pós-fixado, o modo de cálculo da remuneração é definido no momento do investimento, assim como todas as demais regras.

Lembre-se: o CDB tem um prazo para vencer. É nessa data que o investidor recebe o seu dinheiro de volta com seu rendimento. Aí surgem dois pontos importantes: resgate antecipado e tributação.

Com relação ao primeiro ponto, é importante observar se o CDB tem liquidez (se é possível resgatá-lo antes do vencimento) ou não. Cuidado: ao invés de falar que não há liquidez, alguns bancos falam que há liquidez apenas no vencimento ou em certas datas específicas, o que na prática é a mesma coisa. Em geral, a remuneração é maior se o CDB não tiver liquidez, exatamente por você não ter a possibilidade de resgatar antes do vencimento. Mas tome cuidado com o planejamento para ter certeza que você não precisará mesmo dos recursos antes de fechar o negócio.

O segundo ponto é a tributação, que tem alíquotas menores conforme maior for o prazo do CDB. O imposto de renda sobre o rendimento do CDB é recolhido automaticamente pelo banco no momento do resgate e segue a tabela regressiva de renda fixa, que será abordada oportunamente em outro artigo. Um ponto de atenção é sobre o que acontece na data de vencimento: quando o CDB vence é feita uma nova aplicação, e o prazo para tributação começa a “contar” novamente. Assim, enfatizamos mais uma vez a importância de planejar seus investimentos para não ser prejudicado por alíquotas menos favoráveis.

Finalmente, qual o risco de um CDB? O principal risco do CDB é o do banco falir e você não receber seu dinheiro de volta. Por isso, conheça bem o banco para o qual você empresta seu dinheiro, isto é, investe. Você não pensa duas vezes antes de emprestar dinheiro para alguém? Com o banco não é diferente. Os CDBs de grandes bancos em geral rendem menos do que os CDBs de bancos menores, exatamente pela velha regra do risco x retorno. Bancos maiores normalmente são mais difíceis de falir, portanto teoricamente possuem menor risco e seus CDBs rendem menos. Por outro lado, os CDBs estão incluídos entre os recursos garantidos pelo Fundo Garantidor de CréditoFGC. Dessa forma, aplicações de até R$ 70 mil por CPF são garantidas por esse mecanismo em caso de falência do banco.

O CDB é uma alternativa que normalmente oferece um rendimento melhor que a poupança, mas é preciso cautela na hora de fechar a remuneração com o gerente. Nos próximos artigos sobre esse assunto mostrarei como comparar o rendimento do CDB com outros investimentos, como escolher um banco e como evitar entrar em roubadas.

Ulisses Nehmi é editor do Blog do Investidor e profissional da área de investimentos.

Artigos relacionados
60 Comentários
  1. Rafael Y.Imai, em 08/07/2011

    É uma impressão minha ou o CDB é similar aos títulos do Tesouro Nacional?

    • Ulisses Nehmi, em 08/07/2011

      Rafael, vc adivinhou qual o próximo artigo! rsrs… Sim, o CDB é muito parecido com os Títulos Públicos. Em ambos vc empresta o dinheiro por um prazo e com uma remuneração definida. Grosso modo, o que muda é quem fica te devendo: o banco ou o Tesouro Nacional. Aguarde o próximo artigo!
      Abs

  2. Henrique Sousa, em 11/07/2011

    SHOW DE BOLA!!!!!!!!

    Adorei, eu aprendi muito. Eu estou procurando lugares para investir aquele dinheiro poupado e o extra no final do mes. Tentei aprender a investir na bolsa de valores mais eu nao tive muito sucesso. So que esse CDB e Tesouro Nacional parece ser mais simples e “seguro.” Eu acredito que essas opportunidade sao bem parecidas ou iguais no USA. Eu gostaria de saber se esses investimentos sao mesmo parecido e o nome deles no USA?

    Obrigado!
    abs

    • Ulisses Nehmi, em 11/07/2011

      Henrique,
      Que bom que gostou, esse é o intuito! Obrigado!
      De fato, quando pensamos em renda fixa, o CDB pode ser uma opção mais interessante que a poupança. Ele é simples e em geral também tem um nível de risco baixo. Em breve abordarei aqui como funcionam os títulos públicos e, em seguida, como escolher e investir utilizando esses instrumentos de renda fixa.
      O CDB é um produto financeiro de depósito a prazo. Nos EUA, o equivalente seria o CD (certificate of deposit), que é um produto de TD (time deposit).
      Abs

  3. Fabio yanaguita, em 09/09/2011

    Parabéns pelo blog, meus caros.
    Tenho indicado para os estagiários e equipe, que têm de conhecer esta educação financeira de modo tão tardio.

    Um grande abraço.

    • Ulisses Nehmi, em 10/09/2011

      Fabio,
      Muito obrigado pelo comentário! Espero que sejam úteis!
      Se tiver sugestões, são muito bem vindas.
      Abs

  4. Anna, em 03/12/2011

    Oi Ulisses, estou achando seu blog muito interessante. Você explica as coisas de forma simples. Parabéns.
    Tenho uma dúvida, não entendia lhufas de investimentos, mas por uma certa “virada do destino” tive que começar a aprender.
    Minha dúvida é a seguinte, tive que abrir uma conta corrente no ITAU há 1 ano e percebi que todo o dinheiro do meu salário ia para o tal do ITAUVEST, que é o CDB do Itaú e que cobra uma taxa de administracao de 5.5% aa! !
    O negocio é que eu nunca autorizei que isso acontecesse! Se a minha gerente (que é uma sacana e é personalitte) tivesse me perguntado aonde eu gostaria que meu dinheiro fosse investido, nunca teria aceitado isso. Mas ela não o fez.
    Diante dessa situação fiquei com medo de retirar o dinheiro do CDB e o mantive lá.
    Agora não sei o que faço. Retiro e aplico ele na poupança?
    Obrigada,
    Anna

    • Ulisses Nehmi, em 10/12/2011

      Anna,
      Primeiro, um esclarecimento: CDB não tem taxa de administração. Pelo que procurei na Internet, esse Itauvest é um fundo de investimento. Fundo de renda fixa com 5,5% de taxa de administração rende menos que a poupança. É uma ofensa.
      Por outro lado, o que acontece? Na melhor das hipóteses (desconsiderando as metas), a gerente aplica o seu dinheiro num fundo de aplicação automática porque “pelo menos está ganhando alguma coisa até que você decida o que fazer com ele”, ainda que seja menos que a poupança (que também não seria nada espetacular)…
      De qualquer maneira, independente de ter sido aplicado lá ou não, você pode resgatar esse valor quando quiser. Se for pra investir (parabéns!), procure as alternativas, defina que tipo de investimento você quer fazer, e uma vez que o dinheiro pinga na sua conta, pode aplicá-lo onde desejar.
      Abs

      • Anna, em 17/12/2011

        Muito Obrigada pela resposta, Ulisses!

      • Carlos Alberto de Oliveira, em 24/02/2012

        Vi ha pouco tempo que cdb tem taxa de administração e não pode ser superior a 3%. Vamos perquisar.

        • Ulisses Nehmi, em 03/03/2012

          Carlos Alberto,
          CDB não tem taxa de administração. Será que não era um fundo de investimento?
          Abs

      • Gabrielle, em 21/04/2012

        Puxa Ulisses, a minha dúvida era exatamente a mesma! Execelente explicação, a clareza com que você responde as perguntas e até mesmo faz os artigos é admirável, muito obrigada mesmo!!! E Anna obrigada pela pergunta…

  5. cristina, em 11/12/2011

    oi ulisses amei o seu blog!!
    mas me ajude, eu to querendo e um emprestimo bem grande do banco pra eu montar um negocio como faço isso? como adquirir a confiança do meu gerente
    abs

    • Ulisses Nehmi, em 11/12/2011

      Cristina,
      Você quer um empréstimo pra montar um negócio? Uhm… Normalmente utilizamos o nosso próprio dinheiro pra montar um negócio, e não um empréstimo. Bom, mas não vou entrar nessa seara.
      Quanto a tomar empréstimo do banco, é muito improvável que o banco empreste dinheiro (a taxas razoáveis) sem garantias. Assim, o melhor jeito de conquistar a confiança do seu gerente é mostrar o que você vai dar como garantia (imóveis, por exemplo).
      O banco gosta de emprestar dinheiro pra quem não precisa do empréstimo. Tente mostrar que você não precisa do empréstimo, que tem plena condição de pagar o empréstimo, e as taxas serão menores.
      Abs

  6. Edemildon, em 18/12/2011

    Ulisses parabens pelo blog . Minha Duvida é a seguinte: tem aplicacao minima para investir em CDB? Abraço

    • Ulisses Nehmi, em 18/12/2011

      Edemildon,
      Normalmente os bancos não fazem CDB de menos de R$ 1 mil, e as taxas de rendimento dos CDB costumam ser tão maiores quanto maior o montante investido. Por isso o Tesouro Direto é uma alternativa mais “democrática”, o retorno é o mesmo independente do valor investido.
      Abs

  7. Alysson, em 18/01/2012

    Eu apliquei um valor em CDB cerca de 40 dias atras; ontem eu voltei a agencia para aplicar outra quantia, e solicitei ao gerente – que não era o meu, pois este estava de férias – que aplicasse no mesmo CDB. ocorre que hoje ao verificar o extrato, o mesmo aplicou num tal de itauvest – esse pelo que eu ví no post acima rende menos que a poupança! gostaria de saber a sua opinião e ver se estou sendo enganado ou não por este gerente.
    No aguardo;
    Alysson

    • Ulisses Nehmi, em 22/01/2012

      Alysson,
      Cada banco dá um nome aos seus produtos. Não conheço o nome dos produtos do Itaú.
      No entanto, se você não sabe exatamente no que você pediu pro gerente aplicar, será que é uma boa aplicação? E será que ele está bem aplicado? Você confia no gerente? Pra refletir… Recomendo ainda o artigo sobre como funcionam os bancos.
      Abs

  8. Daniele, em 19/01/2012

    Ulisses, eu gostaria de uma informação se puder me passar.
    Gostaria de aplicar durante 10 anos no CDB um valor mensal. A minha dúvida é, quando eu for fazer o resgate dessa quantia, quantos % será reduzido de imposto de renda?
    A previdência também não seria uma boa opção?
    Eu tenho um valor menor em Tesouro Direto, mas me falaram que também é de alto risco e que eu não devia fazer isso. Realmente há esse risco de perder tudo?

    Grata,

    Daniele

  9. elyeldo, em 15/02/2012

    Ola caso a pessoa fazer o resgate antes do prazo o banco pode descontar 10% da sua aplicação?

    • Ulisses Nehmi, em 03/03/2012

      Elyeldo,
      Não pode não, a menos que isso tenha sido combinado antes de fazer o investimento.
      Observe que se o CDB foi feito sem a possibilidade de resgate antecipado, realmente fica complicado. Daí a pergunta é se o gerente que fez essa aplicação informou que o CDB ficaria travado até o vencimento.
      Já se tem liquidez e pode ser resgatado a qualquer momento (que é o mais comum), então não existem essas “taxas extras”.
      Abs

  10. Fabio, em 07/03/2012

    O que você recomendaria? um cdb de 8 anos a 12,17%a.a. ou uma aplicação equivalente em TD?

    • Ulisses Nehmi, em 08/03/2012

      Fábio,
      O CDB tem mais risco que o título público, então tem que pagar mais que o título público. Além disso, outra pergunta importante: o CDB tem liquidez? Se não tiver, esteja certo que você não precisará do recurso por todo esse tempo, ou que a condição de saída não seja muito prejudicial. O Tesouro Direto tem liquidez semanal.
      Por fim, você é a pessoa mais indicada pra responder a sua pergunta.
      Abs

      • fabio, em 09/03/2012

        Desculpe a falta de informações, tem liquidez semanal, porém para o resgate antes do vencimento rende apenas 90% da taxa do CDB que dá hoje uns 10,60%. Eu realmente não precisarei do dinheiro por esse tempo. Estão dando essa condição no CDB direto do banco fisca.
        Com essas informações, você acha uma opção melhor que o TD?

        • Ulisses Nehmi, em 09/03/2012

          Fábio,
          Se você não precisará do dinheiro por esse tempo, tem liquidez semanal (emergência), tem garantia do FGC (até R$ 70 mil), então não vejo problema. A aplicação análoga do Tesouro Direto deve render um pouco menos, pois o risco também é menor.
          Abs

  11. gildemar, em 26/04/2012

    ola faço curso de administraçao e estou no processo de escolha do tema de meu TCC e mim interesso muito nesta area de eonomia gostaria que alguem mim desse uma dica de uma boa tematica para se discutir em um TCC. Muito Obrigado.

    • Paulo, em 28/11/2012

      Em fase de TCC e falando “Mim interesso”, “mim desse uma dica” ???
      Caramba, em que faculdade você estuda?

  12. Marcos, em 05/05/2012

    Ola a duvida é apos o vencimento de um CDB, quanto tempo demora para liberar esse dinheiro,sendo o valor ja corrigido acima de um milhão e oitocentos mil reais.A liberação é no momento do vencimento ou tem carencia. Obrigado.

  13. Thaysa, em 16/05/2012

    Olá, entendi quase tudo e estou fascinada com tudo isso, apenas gostaria de entender melhor se é possível, em um CDB pré-fixado, continuar injetando dinheiro mensalmente, e se este valor será alterado no resultado final, ou quais alternativas seriam melhor neste caso? Tenho uma quantia para dar de início, mas pretendo sempre ter novo capital entrando no investimento.

  14. Francoorp, em 02/07/2012

    Ótima matéria, parabéns ao Blog, e tenho algumas sugestões meio Obvias a respeito, se quiserem escutar certamente…

    O Banco Central garante esses 70 mil, mas mesmo assim eu aconselho a investir sempre tendo em mente a cota minima que cada banco exige inicialmente , por exemplo o Safra pede 20 mil como minimo no prefixado, mesmo sendo 70 mil o “Garantido” aconselho dividir o valor de seus investimentos igual ou menores ao “Garantido” em cotas minimas de vários bancos, alguns são 10 mil, outros 15 mil, pois nunca se sabe o que passa na mesa diretora do Banco Central… e se tiver mais de 70 mil divida esse valor em partes iguais ou menores que 20 mil, sempre com foco na cota minima dos bancos escolhidos, e invista em vários bancos também, isso reduzira seus riscos novamente, mas dará mais trabalho pra controlar os vencimentos… e aqui aconselho o mesmo dia do mês para os vencimentos se for investir em vários bancos de forma avulsa, Ex: esse mês 20 mil no banco X, mês que vem 30 mil no Banco Y, e no outro semestre 50mil no Banco Z! Encontre o momento certo de investir de forma que o vencimento seja sempre no mesmo dia, como o dia 5 por exemplo.

    Agora se tiver líquidos acima de 70 mil, ex: 300-500 mil, e quiser fazer tudo de uma vez só devido à disponibilidade imediata, mas dividindo em cotas de 70 mil, sugiro que tenha uma diferença de dois dias de um vencimento pro outro, para burocracias bancarias e imprevistos, mas que fiquem rigorosamente na mesma quinzena do mesmo mês na data do vencimento, pra evitar dor de cabeça e confusão nesses dias cruciais.E me creia, é uma semana corrida se for investir muito assim em vários bancos!

    Valeu!!

  15. bruno vessani, em 29/08/2012

    ola td bem, estou adorando seu blog, antes de tudo parabens… meu caso é o seguinte. Tinha uma aplicaçao de 30.000,00 na poupança pois estou poupando para comprar meu imovel, como nao resolvi comprar ainda, minha gerente me convenceu a aplicar esse valor no cdb, em um prazo de 6 meses, fiz certo?
    no momento a poupança rendia 0,51% e ela me ofereceu 0,81% acredito que fiz uma boa opçao. O que acha?
    obrigado

    • Marcelo, em 31/10/2012

      Acho que ela enganou você ela não pode oferecer rendimentos maiores do que a realidade.Digite aqui sua mensagem*

  16. bruno vessani, em 29/08/2012

    outra duvida que tenho. sou insento de imposto de renda, aplicava na poupança e agora aplico no cdb, preciso declarar o imposto de renda agora?
    obrigado

  17. Miguel Santos, em 01/09/2012

    Boa noite Ulisses Nehmi, Gostaria que me explicase se o que eu penso em fazer é correto. Bom 1ª – Eu tenho 10.000,00 para envistir no Banco do Brasil em ( BB CDB Pré) durante 720 dias ( 2 anos ) quando vai me render no final. 2ª – Eu não tenho conta no branco do brasil como eu resgato o dinheiro no dia do vencimento? 3ª – é preciso abri uma poupança para o resgate? 4ª – posso tranferir para outo banco. Ex: (Caixa economica) no dia do vencimento? Ogradesso pelo espaço. (Miguel)

  18. Alessandra, em 24/10/2012

    Boa tarde Ulisses, gostei muito do seu blog.
    Estou com uma dúvida, qdo um CDB vence ele volta para a nossa corrente? Existe alguma possibilidade de ser reaplicado e não passar pela conta corrente?

  19. Andreia, em 31/10/2012

    Olá. Gostaria de saber se posso resgatar meu cdb di pré á qualquer momento?
    Quando realizei o investimento minha gerente colocou o prazo de 360 dias, mas não me lembro de ter dito que eu poderia resgatar antes do vencimento.

  20. Lais, em 26/11/2012

    Ulisses, meus parabéns por esse blog tão útil. Gostaria de tirar uma dúvida que tem me incomodado bastante, meu pai possui uma empresa e em 2007 passou por aquela crise terrível e estava com os custos muito altos, resumindo, entrou em uma super dívida com o banco. Mas de qualquer forma ele trabalhava com clientes que dividiam os valores em até 12x, então ele tinha fluxo de caixa, mas sempre precisava descontar, pagar e entrava no negativo novamente. Agora, 5 anos depois ele conseguiu economizar metade da dívida, e pretende emprestar mais metade para quitar essa divida, e reduzir o valor que vem pagando mensalmente para 1/4 desse. Todavia vai aumentar o prazo em mais 3 anos. Você acha que isso é conveniente? Ou ele deveria continuar pagando o valor da parcela atual, e tentar quitá-la no próximo ano? Obrigada pela atenção.

    • Ulisses Nehmi, em 29/11/2012

      Lais,
      O ideal é que ele procure um especialista em finanças para equacionar a dívida e o fluxo de caixa.
      Mais do que quitar em mais ou menos tempo, é bom ter uma dívida mais barata, ou seja, com uma taxa de juros menor. Como os juros caíram bastante recentemente, é possível que o banco possa trocar a dívida por uma mais barata.
      Dependendo do valor da dívida, compensa (e muito!) consultar um especialista em finanças que não seja do banco.
      Abs

  21. Sidney, em 04/01/2013

    Caro, obrigado pelo ótimo blog!
    Meu gerente me falou sobre um CDB com 100% do CDI, porém com uma fidelização de 2 anos. Tenho algum dinheiro parado nessa poupança “nova” que está apanhando da inflação.
    A proposta do CDB parece boa. Onde está a pegadinha?
    Abraço!

  22. Sidney, em 04/01/2013

    …completando a msg anterior: na verdade eu tinha interesse em ETF,mas… sei lá, nao aprendi as manhas de corretoras, etc…
    Ainda sobre o CDB: os impostos devidos já são descontados? Não preciso me preocupar com declaração e DARF’s?

  23. Mateus, em 15/02/2013

    Meu banco inclui sem eu saber o CDB automático, em consulta ao site do banco: Prazos 9.990 à 9.999 dias; Investimento contratado na modalidade Pós-Fixada DI. Resgates Antecipados (automático) sujeitam-se a percentuais compatíveis com o prazo de permanência da aplicação até o limite de 103% do DI.

    Tem alguma vantagem este tipo de aplicação? pois meu salário entra na conta e todo ele é automaticamente investido, daí faço um saque de algum valor e perco o valor do rendimento? tem alguma vantagem? ou estão me enganando?

  24. Rodrigo, em 11/03/2013

    amigo, uma coisa que não entendi é se posso retirar apenas o rendimento mensal ou ele fica engessado junto ao valor investido, pode me responder essa questão? obrigado.

  25. Stefanio, em 22/03/2013

    Olá, o blog é muito interessante.
    Eu estou fazendo uma reportagem para um veículo de comunicação interna de uma Universidade.
    Como já percebi que um número grande de pessoas que já fizeram um investimento estão presentes por aqui.
    Gostaria de saber se alguem gostaria de dar uma entrevista sobre como foi seu investimento em CDB.

    Grato.

  26. Fabio, em 22/05/2013

    Olá eu tenho uma dúvida sobre o cbd, queria saber se eu transferir o valor que esta aplicado no cdb para uma conta corrente em um prazo menor de 30 dias se levo algum prejuizo? pois investi meu dinheiro no cdb, mas terei que fazer um deposito em outra conta

  27. Maria Souza, em 30/08/2013

    Gostaria de saber qual o percentual do rendimento em CDB? Sei que a poupança é 0,5 % ao mês. Tenho umas encomias na Poupança e gostaria de passar para CDB mas não sei o percentual do rendimento.

  28. Eduardo, em 07/09/2013

    Antes de mais nada, o ITAUVEST, por ser um CDB, não tem cobrança de taxa de administração. De fato ele, rende menos que a poupança e somente é interessante, se você deixar o dinheiro aplicado no longo prazo. A tabela de remuneração em % do CDI para esse produto é a seguinte: A partir da data de cada aplicação até 1 ano após ele rende 30% do CDI. De 1 ano a 3 anos a rentabilidade passa a ser de 60% do CDI e para aplicações acima de 3 anos, 100% do CDI. Assim, de fato, se você pretende investir o dinheiro com prazo inferior a 3 anos, não o faça nesse produto, pois não vale a pena. Agora, caso contrário, ele é melhor que os outros produtos de CDB do itau, como o CDB Compromissado DI e o Compromissado Plus e mesmo a poupança. Nos dois primeiros, mesmo se você deixar o dinheiro aplicado no longo prazo, você nunca terá 100% do DI. O ITAUVEST, tem um prazo de maturação de 5 anos, tendo resgate e liquidez diários um dia após o investimento.

  29. EDUARDO, em 07/09/2013

    Engraçado, queria entender porque apagaram o meu post? O objetivo não é informar as pessoas?

  30. menandro, em 21/10/2013

    porque no extrato o saldo atual fica negativo no saque do cdb automático

  31. braulio fernando, em 07/11/2013

    tenho uma conta jurídica e meu gerente deu a ideia de aplicar meu dinheiro no resgate automático banco do Brasil. Gostaria de saber se posso ficar tirando e botando dinheiro na hora que quiser sem ter consequências graves com essas movimentações??

  32. João, em 22/11/2013

    eu gostaria de saber referente a seguinte posição, supondo que eu tenha um investimento de R$ 100.000,00, com remuneração a 101% do CETIP, onde tenho opções pré estabelecidas para resgate antecipado, apliquei este valor no dia 01/03/2012 e efetuei o resgate parcial de R$ 70.000,00 onde segundo meu gerente seria uma remuneração bruta de 70% do CETIP.

    A minha questão não é referente ao meu saldo atual ou ao saldo aplicado que me resta, minha dúvida é como eu faço a contabilização do rendimento anterior, pois em extrato dessa aplicação ele sempre me remunerava a 101% do CDI agora tenho este valor quebrado a 70%

  33. Carlos Silva, em 09/12/2013

    Olá gostaria de tirar uma dúvida:
    Eu tenho uma aplicação em cdb na qual o primeiro investimento que fiz teve vencimento agora dia 04/12/2013, porém durante o período da aplicação eu apliquei uma quantia adicional com vencimento para 23/04/2015 no extrato mensal sempre vem o informativo do valor da primeira aplicação e o da segunda e o valor total. minha duvida e se posso resgatar o valor do primeiro investimento ja ou se ele fica preso ao prazo do segundo investimento?
    Grato.

  34. Renato Jeronimo de Sousa, em 17/03/2014

    Cara, fantástico sua ajuda! Descobri recentemente que tenho esta CDB(Aplic Aut Mais ITAU). Trocando em miúdos: Quanto mais (dinheiro x tempo) os valores estiverem em minha Conta Corrente eu ganho? Posso resgatar este dinheiro apenas no fim do prazo ou posso requere-lo antes? Grato,

  35. jose guilherme, em 25/03/2014

    Estou em uma tremenda dúvida para fechar minha declaração do IR 2014. É que possuía aplicação em RF no Bancio Rural, o qual está sob intervenção do Banco Central. Perdi meu dinheiro (ganho honestamente) e recebi algum valor do Fundo Garantidor.
    Como declaro as duas situações?

  36. Super CDB, em 31/03/2014

    Pesquisando pela internet encontrei o site da corretora Geração Futuro, onde a mesma oferece uma aplicação chamada de SUPERCDB onde a taxa é de 1% ao mês bruta a descontar o IRPF (ver site https://www.gerafuturo.com.br/). Eu tenho um perfil muito conservador, não gosto de correr riscos, mas confesso que fiquei muito interessado nesta aplicação. O meu dinheiro (cerca de R$ 200.000,00) esta aplicado no CBD do Bradesco a uma taxa de 96% do CDI e já esta vencendo os 720 dias. Essa quantia eu mantenho sempre aplicada pois não penso em mexer num curto espaço de tempo. Penso em aplicar todo esse valor nesta aplicação, porém fico temero pois nunca ouvi falar nesta corretora e nem no banco Brasil Plural. Neste caso meu dinheiro fica protegido (inclusive com os rendimentos) pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC) se o banco banco quebrar???

  37. ROCHA, em 18/04/2014

    O resgate antecipado CDB PLUS do Banco Itau precisa ser declarado no IRPF 2014. Se precisa como declarar, a saber:
    valor credito recebido-12.445,21; valor IR 431,50; data credito 25/06/2013. O IR é compensável.
    Abraços Rocha

  38. Mércia, em 05/08/2014

    Interessante matéria, bem explicativa.
    Qual valor minimo para aplicação?

  39. cardoso, em 13/08/2014

    Ola ulisses! Apliquei 10000,00 no cdb, e apos 30 dias tem uma montante de 10068,00 no CDB, este rendimento de 68,00 ja é livre de inpostos?

    Antecipadamente lhe agradeço
    Cardoso

  40. rafael, em 17/08/2014

    qual banco e mais lucrativo para envestir no cdb ?

  41. rafael, em 17/08/2014

    mas minha renda e pouca sou deficinte visual de um olho uso protese ocular .mas quero ganhar um dinheirinho extra. obg

Deixe seu comentário

*

Receba as novidades do Blog do Investidor