Como funciona o Tesouro Direto?

79
14725
O que é o Tesouro Direto?

Já explicamos que investir em títulos públicos é muito seguro. Agora vamos mostrar como fazer esse investimento.

O Tesouro Nacional é a área do Governo que emite os títulos públicos federais. Eles criaram em 2002, em parceria com a CBLC, o Tesouro Direto: uma plataforma de compra e venda de títulos públicos para pessoas físicas pela internet. É um canal direto para o investidor, simples, com baixo risco e baixo custo.

A corretora (ou banco, os chamados agentes de custódia) faz a ligação entre o sistema do Tesouro Direto e o investidor. Antes de comprar um título, o investidor deve transferir seus recursos para a corretora, que é a responsável pelo pagamento (liquidação) da operação. Uma vez pago, o título fica guardado (custodiado) na CBLC, numa conta em nome do investidor.

O Tesouro Direto disponibiliza diariamente uma tabela com os títulos públicos disponíveis para venda que podem ser adquiridos pelo investidor. Nessa tabela é apresentada a identificação do título, data de vencimento, preço unitário e taxa.

De maneira similar às ações, os títulos públicos têm um preço unitário. No entanto, para facilitar o investimento de quantias menores, o Tesouro Direto permite que sejam negociadas frações de até 0,2 título (um quinto de título). Para determinar o número de títulos que podem ser adquiridos, divida o valor que deseja investir pelo preço unitário e certifique-se que seja um número múltiplo de 0,2. Por exemplo: se o título custa R$ 800 e você tem R$ 500, pode comprar 0,6 título (0,6 x R$ 800 = R$ 480) e sobram R$ 20 para investir no próximo mês.

Liquidez

Caso seja necessário, é possível resgatar seu investimento antecipadamente vendendo títulos ao preço de mercado. Para isso, o Tesouro Direto garante a recompra semanal de qualquer título às quartas-feiras.

Quando os títulos vencem, o dinheiro é depositado automaticamente na sua conta na corretora, e um e-mail é enviado para alertá-lo. Lembre-se de reinvestir esse dinheiro para continuar se beneficiando do poder multiplicador dos juros compostos.

Tributação

A tributação dos títulos públicos diminui conforme o prazo aumenta, e incide apenas na venda ou vencimento do título. O investidor não precisa se preocupar com o recolhimento dos impostos, que é feito automaticamente pela corretora, mas deve sempre buscar títulos com os prazos mais longos possíveis que atendam suas necessidades. Por exemplo: após 2 anos de investimento, a alíquota cai para 15% dos lucros. Já para investimentos de prazos menores que 6 meses, a tributação é de 22,5% dos lucros.

Custos

Com relação aos custos, existem 3 taxas:

Finalmente, recomendo a leitura do site do Tesouro Direto. As explicações são claras, o site é atualizado com regularidade e as informações são precisas, completas e em linguagem acessível. Existe até um curso virtual e um guia passo a passo. Se ainda tiver alguma dúvida, deixe um comentário aqui!

Ulisses Nehmi é editor do Blog do Investidor e profissional da área de investimentos.

LEAVE A REPLY

79 COMMENTS

  1. Caro Ulisses, por favor me tire uma dúvida e me faça entender o que seria esses títulos e como eu vou possuir livro com esses investimento?
    Quando eu vejo o lucro e como?
    Me desculpe se a pergunta foi besta, mas eu realmente não entendo nada de investimento.

    E também me diga? Eu farei um bom negócio se investir no tesouro direto, já que eu pretendo juntas um dinheiro pra comprar uma casa?

    • Jeisiane assim como você eu também tinha muitas dúvidas sobre investimentos e consegui resolver esse problema depois de muito estudo e sempre descartando informações desnecessárias. Uma dica que eu te dou é primeiramente ler esse artigo http://comoaplicarnotesourodireto.com.br/ e leia os outros por passo a passo pois no começo eu lembro que essa sequência de artigos me ajudou muito e hoje eu tenho um investimento de longo prazo igual você também tem interesse mas meu motivo é pagar a faculdade do meu filho futuramente e pode te ajudar tambem.

  2. Achei bastante interessante esse assunto. Mano da hora chegou meu colchão novo. Comprei aquele famoso colchão inteligente. Usei esse colchão teurapetico http://ocolchaointeligente.com.br Aí se me ajudou deve diminuir o irritação de alguém. Vê ai se fiz certo o endereço por favor. Alguém de vocês já ouviu falar? Parece que melhora até insonia.

  3. Caro senhor Ulisses:
    Foi uma grata surpresa encontrar seus artigos neste blog. Além de excelente didática, tornando o assunto acessível aos leigos em investimentos, desmistifica o economês.
    Brilhante.
    Muito grato pela ajuda.