É seguro investir em Títulos Públicos?

Escrito por: Ulisses Nehmi | Data: 15/08/2011 | Categoria: 19 comentários
Bandeira do Brasil na Praça dos 3 Poderes

Quando falo sobre investimento em títulos públicos, uma reação bastante comum é: “investir em títulos DO GOVERNO?!

Sim, é isso mesmo! Todos sabemos que escândalos inundam os jornais com frequência, que há muita corrupção, que nem sempre o dinheiro público é bem empregado ou atende os interesses da população, que a situação do sistema público de saúde é precária, que há descaso com a educação, etc. Enfim, também sou brasileiro, mas não vou entrar nesse mérito. Vamos aos fatos: estamos falando de educação financeira, e não de política. Temos que deixar os preconceitos de lado e entender como os investimentos funcionam.

Num país, emprestar dinheiro para o Governo é o investimento mais seguro que existe. Vamos entender o porquê:

Aqui no Brasil utilizamos o Real como moeda, e ninguém além do Governo pode imprimir dinheiro. Assim, em casos extremos (ex.: Governo não conseguir honrar as suas dívidas), o Banco Central pode simplesmente imprimir mais dinheiro para pagar as contas. Apesar de parecer simples, nenhum banco, empresa ou pessoa tem este poder. Se o Brasil não tivesse sua própria moeda, as coisas seriam bem diferentes. Esse é exatamente o problema da União Européia e do Euro, mas isso é tema para outro artigo.

Vale citar também que é o Governo quem dita as regras de um país. Se ele precisar aumentar suas receitas (arrecadações), por exemplo, ele tem o poder soberano de criar novos impostos ou aumentar as alíquotas. Seria equivalente no futebol a poder mudar as regras e aumentar o tamanho do gol do adversário para ganhar a partida.

Para complementar, o Governo tem orçamento e metas de gestão para que os governantes não abusem dessa possibilidade de “gastar demais”. O Brasil possui, para o ano de 2011, a meta de superávit fiscal (diferença positiva entre arrecadação e despesas, exceto juros) de mais de 3% do PIB. Ao contrário do que tem acontecido no resto do mundo neste momento, a dívida pública brasileira em relação ao PIB tem diminuído. Vide gráfico abaixo:

Evolução da Dívida em Relação ao PIB

Fonte: Banco Central do Brasil

Dessa forma, vou repetir: o investimento mais seguro do Brasil são os títulos públicos federais. Afirmar que investir na poupança em um banco é mais seguro é um mito, não é verdade! Veja como funciona o Tesouro Direto e como escolher o título público ideal pras suas necessidades.

Se você já leu até aqui e ainda não está convencido, deixe um comentário abaixo com o seu argumento!

Ulisses Nehmi é editor do Blog do Investidor e profissional da área de investimentos.

Artigos relacionados
19 Comentários
  1. Mairo, em 15/08/2011

    Olá!

    Montar um passo a passo de como investir em títulos públicos de maneira bem detalhada seria muito legal …=)
    Estou doido para começar a investir em títulos públicos, mas quero saber profundamente como funciona.
    É só uma idéia…

    Abraços!!

    • Ulisses Nehmi, em 15/08/2011

      Mairo,
      Muito obrigado pelo feedback! Vamos montar sim, já estamos trabalhando nos artigos…
      Abs

      • Guilherme, em 11/01/2013

        Olá, as informações prestadas no site são importantes para um iniciante/leigo como eu.
        Uma pergunta:

        Se os titulos referem-se a compra da divida do País, que influencia o aumento e/ou redução desta divida tem sobre esta categoria de investimento?
        Em caso de posse de um titulo e a divida aumentar isto trará algum beneficio?
        (Se puder encaminhar resposta ao e-mail)
        Obrigado.

    • Junior, em 05/01/2015

      hmm I dunno if I agree with the ab training, the abs are just like every other muclse in the body why train them differently? Ulisses obviously is gifted with great genetics, I rekon if he trained abs like his other body parts he would still have that 8pack no matter what!

  2. Easynvest, em 16/08/2011

    Mairo, nós do Easynvest preparamos uma apresentação para ajudar a entender todo o processo para investir no Tesouro Direto.
    Confira: http://www.slideshare.net/easynvest1/tesouro-direto-taxa-zero-do-easynvest

    • Ulisses Nehmi, em 16/08/2011

      Caros leitores,
      Estou preparando uma série de artigos sobre o Tesouro Direto. Um dos próximos artigos abordará:
      1. Como escolher uma corretora para operar no Tesouro Direto; e
      2. Como essas corretoras ganham dinheiro (um pouco de transparência ajuda bastante!)
      Aguardem!
      Ao pessoal da Easynvest, obrigado pelo link, vou avaliar também.
      Abs

  3. Diego, em 16/08/2011

    Opa!!!

    Que artigo bacana, e os proximos então serão melhor ainda, pois estou ansioso támbém de como investir em Titulos Publicos.

    Fico no aguardo dos próximos artigos.

    Parabéns ao blog.

    Obrigado!

    • Ulisses Nehmi, em 16/08/2011

      Diego, muito obrigado! Abs

  4. Prigui, em 15/09/2011

    Minha dúvida entre escolher entre títulos públicos e poupança é o tempo e o trabalho gastos para iniciar a compra de títulos, bem como para reinvestir. Será que a diferença nos rendimentos justifica o esforço maior para investir em títulos? Fiz uma simulação no Tesouro Direto e aplicando 50.000 em uma das modalidades por 3 anos e pouco, a diferença para o rendimento da poupança foi de menos de 3.000 reais. Pensando se 3.000 reais em 3 anos pagam o meu sossego com a poupança rsrs…

    • Ulisses Nehmi, em 16/09/2011

      Prigui,
      Confesso que acho o simulador do Tesouro Direto bastante complicado e acho que peca em vários aspectos. Quero montar um simulador aqui no Blog do Investidor pra facilitar e deixar a diferença mais clara.
      Lógico que investir em títulos do governo dá um pouco mais de trabalho do que a poupança, mas esse esforço não vale o ganho? Até porque, a primeira vez é um pouco mais trabalhosa, mas as demais são muito mais simples.
      Bom, e em último caso, existem os fundos de investimento, que costumam ser muito mais práticos.
      Mas se vc tiver muita preguiça e não ligar pra essa diferença, daí não tem jeito… rsrs
      Abs

  5. carlos wagner, em 29/09/2011

    Caro colega

    Será mesmo que a divida do governo está diminuindo em relação ao PIB porque o governo está mais solido ou porque o PIB tem crescido muito nesses ultimos anos devido as gastanças do governo, haja vista que o PIB é medido tanto pelo que é produzido no país como também pelos investimentos, aquisições e “gastos”?

    Outro ponto importante e que pode causar grande incerteza ao entregar nosso suado dinheirinho ao governo é que nossa economia está baseada, quase que exclusivamente, no crédito. As pessoas sentem ricas por haver credito e não por terem seu poder de compra, realmente, aumentado.

    Fica ai minha duvida de quão garantido pode ser investir um titulos da banania.

    • Ulisses Nehmi, em 30/09/2011

      Carlos,
      Seus pontos são interessantes. Será que o Governo está conduzindo o país na direção correta? Não vou nem entrar nessa longuíssima discussão, mas vamos analisar alguns fatos:
      - a dívida pública brasileira é baixa se comparada aos demais países do mundo (ex.: EUA = 100% do PIB; Japão > 200% do PIB; Europa: acima de 100% do PIB em diversos países).
      - a trajetória da dívida em relação ao PIB é bem comportada: está caindo, enquanto nos países do resto do mundo ela está crescendo e a passos largos (principalmente a Europa, e essa é a grande preocupação).
      - uma dívida, por maior que seja, não assusta se transmitir segurança/controle (ex.: Japão) ou tiver uma trajetória comportada. Se a dívida pública for 10% do PIB, mas tiver uma perspectiva de crescer 20 pontos percentuais ao ano, seria “uma tragédia grega”
      - o que a corrupção tem a ver com o Governo brasileiro pagar ou não suas dívidas?
      - se o PIB está crescendo com um alto incentivo dos gastos públicos ou não neste momento, o fato é que está crescendo.
      - os níveis de consumo e crédito no Brasil são absolutamente tranquilos quando comparados ao resto do mundo. O que realmente salta os olhos é o nível das taxas de juros.
      - o Governo brasileira deve em Reais. Se for o caso, pode imprimir dinheiro. Parece pouco importante, mas a moeda da Grécia ainda fosse a Dracma, a situação seria totalmente diferente. A Grécia não pode decidir sair imprimindo Euros…
      E por fim a pergunta: com quem seria mais seguro investir do que com a única “pessoa” que deve na moeda na qual só ela pode imprimir?
      Abs

  6. iannonevincenzo, em 07/11/2011

    Brasil tem divida baixa,mas juros enorme .Afinal paga os juros que USA pagaria pra uma divida 6 vezes maior.Positivo:superavit primario,moeda national,muitas negatividade que sao minas de positividade se coregidas.Dilma è a maior recursa do Brasil.Mantega tambem,a imprensa è boa e o povo se accordando.A longa crise pe la frente poderia ser a oportunidade de chegar a SELiC baixa e inflaçao tambem.Acho o Brasil a opçao mais equilibrada do mundo.Esquesi democracia estavel(Cina NAO)

    • Ulisses Nehmi, em 07/11/2011

      Iannone,
      Ótimos comentários, é isso ai!
      Abs

  7. Gostava que alguem me esclarecesse com precisão, em 29/07/2012

    Depois de tantos esclarecimentos, fiquei sem saber qual é o melhor investimento se é poupança ou tesouro nacional, como tal gostaria que alguem me informasse porque eu tenho 100 mil reais e não sei a onde posso tirar maior rentabilidade deles. Obrigada

  8. Eduardo, em 03/03/2015

    Bom dia, Ulisses, tudo bem? pode me dizer, ou alguém que saiba, qual é o valor mínimo que eu posso investir em títulos públicos?

  9. sou josé augusto, em 03/03/2015

    eu tenho um amigo que trabelha com alguns titulos, pois ele, está querendo me vender. ele fala que serve pra mim em vestir na minha empresa de material de construção. que os bancos aceitá como valores real. isso é valido posso confiar, pois eu ñ conhecia estes titulos agora, que eu ouço falar, vc. e gostaria de saber o valor real, de 500.000.00 quanto vale pra mim comprar, e quanto ele vai valer no mercado real. vc me pode me ajudar nessa duvida. Ulisses Nehmim obrigado

  10. sou josé augusto, em 03/03/2015

    gostaria de aprender mais, sobre os investimentos de titulo nas empresas. se os bancos aceita como valores real. para investimentos. tipo ex.. empréstimos, compras de maquinas, pagamentos de dividas, etc.

  11. Igor Oliveira, em 29/06/2015

    Ola, Poderia corrigir o link que está em “como funciona o Tesouro Direto”?

    Obrigado

Deixe seu comentário

*

Receba as novidades do Blog do Investidor