É seguro investir em Títulos Públicos?

30
341
Bandeira do Brasil na Praça dos 3 Poderes

Quando falo sobre investimento em títulos públicos, uma reação bastante comum é: “investir em títulos DO GOVERNO?!

Sim, é isso mesmo! Todos sabemos que escândalos inundam os jornais com frequência, que há muita corrupção, que nem sempre o dinheiro público é bem empregado ou atende os interesses da população, que a situação do sistema público de saúde é precária, que há descaso com a educação, etc. Enfim, também sou brasileiro, mas não vou entrar nesse mérito.

Vamos aos fatos: estamos falando de educação financeira, e não de política. Temos que deixar os preconceitos de lado e entender como os investimentos funcionam.

Num país, emprestar dinheiro para o Governo é o investimento mais seguro que existe.

Vamos entender o porquê:

Aqui no Brasil utilizamos o Real como moeda, e ninguém além do Governo pode imprimir dinheiro. Assim, em casos extremos (ex.: Governo não conseguir honrar as suas dívidas), o Banco Central pode simplesmente imprimir mais dinheiro para pagar as contas. Apesar de parecer simples, nenhum banco, empresa ou pessoa tem este poder.

Se o Brasil não tivesse sua própria moeda, as coisas seriam bem diferentes. Esse é exatamente o problema da União Européia e do Euro, mas isso é tema para outro artigo.

Vale citar também que é o Governo quem dita as regras de um país. Se ele precisar aumentar suas receitas (arrecadações), por exemplo, ele tem o poder soberano de criar novos impostos ou aumentar as alíquotas. Seria equivalente no futebol a poder mudar as regras e aumentar o tamanho do gol do adversário para ganhar a partida.

Para complementar, o Governo tem orçamento e metas de gestão para que os governantes não abusem dessa possibilidade de “gastar demais”.

O Brasil possui, para o ano de 2011, a meta de superávit fiscal (diferença positiva entre arrecadação e despesas, exceto juros) de mais de 3% do PIB. Ao contrário do que tem acontecido no resto do mundo neste momento, a dívida pública brasileira em relação ao PIB tem diminuído. Vide gráfico abaixo:

Evolução da Dívida em Relação ao PIB

Fonte: Banco Central do Brasil

Dessa forma, vou repetir: o investimento mais seguro do Brasil são os títulos públicos federais. Afirmar que investir na poupança em um banco é mais seguro é um mito, não é verdade! Veja como funciona o Tesouro Direto e como escolher o título público ideal pras suas necessidades.

Se você já leu até aqui e ainda não está convencido, deixe um comentário abaixo com o seu argumento!

Ulisses Nehmi é editor do Blog do Investidor e profissional da área de investimentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

30 COMENTÁRIOS

  1. gostaria de aprender mais, sobre os investimentos de titulo nas empresas. se os bancos aceita como valores real. para investimentos. tipo ex.. empréstimos, compras de maquinas, pagamentos de dividas, etc.