Títulos Públicos: as Letras Financeiras do Tesouro (LFT)

32
361
Letras Financeiras do Tesouro: seguro pro curto prazo

As Letras Financeiras do Tesouro são títulos públicos federais pós-fixados, corrigidos pela taxa Selic.

De maneira similar à LTN, o valor investido na LFT corresponde a um preço por título: o preço unitário. Quando o título vence, o investidor recebe o valor investido + os juros acumulados no período. Todos os dias, o preço da LFT é atualizado pela taxa Selic, ou seja, sobe todos os dias. Esse preço oficial corrigido tem o nome de Valor Nominal Atualizado (VNA), ou PU Par, disponível no site do Banco Central.

No dia 01/07/2000 o preço das LFT era R$ 1.000. Sendo atualizado diariamente, em 21/09/2011, por exemplo, o preço já estava em R$ 4.876,51. Agora você sabe porque a LFT tem um preço “tão alto”! No entanto, como no Tesouro Direto a compra mínima é de 0,2 título, significa que comprar uma LFT exigirá cada vez valores maiores. Enquanto em 01/07/2000 era possível comprar 0,2 título com apenas R$ 200, em 21/09/2011 eram necessários R$ 975,30.

Risco

Se esse título não perde nunca, então ele é o mais seguro ou o melhor? Não. A segurança de todos os títulos públicos é a mesma.

No entanto, os títulos pré-fixados ou indexados à inflação geralmente têm rendimentos mais atrativos para investimentos com horizonte de 1 ano ou mais.

As LFT geralmente têm um rendimento menor, mas não têm retorno negativo em nenhum dia. Logo, são alternativas de curto prazo, de recursos que podem ser resgatados em poucos meses.

Por isso, uma possível estratégia com LFT é uma Reserva de Emergência.

Como calcular o preço

E se esses títulos sobem de preço todos os dias, como é feita a negociação?

Ela é feita por deságio ou ágio (desconto ou sobrepreço) em relação ao preço de referência. Se esse o preço de referência for R$ 5.000 e alguém estiver vendendo uma LFT a R$ 5.050, para analisar o impacto dessa diferença de R$ 50 na sua rentabilidade é preciso convertê-la em taxa. Se o título estiver muito próximo do vencimento, pode prejudicar muito o seu rendimento, enquanto que se estiver longe, pode ser que seja irrelevante. Por isso as LFT são negociadas por deságio, em taxa.

Assim entendemos o que significa a taxa apresentada na tabela de Preços e Taxas do Tesouro Direto, ao lado das LFT: é o deságio entre o preço unitário de referência e o preço unitário negociado, expresso em taxa anualizada.

Esse conceito de deságio medido em taxa é um pouco mais complicado de entender, mas fica fácil perceber o seu impacto ao utilizar a planilha abaixo. Ela também tem outros cálculos para auxiliá-lo com as LFT e pode ser utilizada livremente, basta escolher o título desejado.

Download da Planilha de Títulos Públicos do Blog do Investidor

O site do Tesouro Direto tem um PDF que explica a parte mais técnica dos cálculos, caso haja interesse.

Se tiver alguma dúvida, deixe um comentário!

Ulisses Nehmi é editor do Blog do Investidor e profissional da área de investimentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

32 COMENTÁRIOS

  1. Quero aplicar 15.000 da polpança e aplicar na LFT tesouro direto qual sera o rendimento no curto prazo……duvidas e como resgatar……se e no mes ou semanal…..