Como declarar Investimentos no Imposto de Renda?

Escrito por: Ulisses Nehmi | Data: 06/03/2012 | Categoria: 55 comentários
Como declarar Investimentos no Imposto de Renda?

O principal objetivo de qualquer pessoa ao investir é obter ganhos. E o que nos interessa são os ganhos líquidos, ou seja, os ganhos dos quais podemos desfrutar após o desconto dos devidos impostos.

Cada tipo de investimento tem uma tributação diferente. Assim, na hora de escolher um investimento, deve ser levado em consideração como seus ganhos brutos serão tributados.

Também vale a pena destacar que existem dois momentos importantes em relação à tributação dos investimentos: o momento no qual o imposto é recolhido, em geral no resgate do investimento, e o momento da declaração anual de Imposto de Renda.

No momento do recolhimento do Imposto de Renda, nem sempre é necessária uma ação do investidor, já que alguns investimentos são isentos e em outros casos os impostos são recolhidos automaticamente. Por outro lado, se o investidor é obrigado a fazer algum procedimento, não fazê-lo ou fazê-lo de modo incorreto pode levar ao recolhimento do valor errado e/ou multas.

Na declaração anual de Imposto de Renda, todos os investimentos precisam ser declarados, tanto em relação aos rendimentos auferidos (ganhos), como em relação ao valor investido (saldo). Esse procedimento geralmente é simples, mas diferente para cada tipo de investimento. Se for feito de forma incorreta, pode fazer com que o investidor pague mais impostos que o necessário, tome multas, ou vire alvo de uma fiscalização individual (a famosa malha fina).

Veja como funciona a tributação de cada tipo de investimento e como declará-los no Imposto de Renda:

Não é investimento, mas está diretamente relacionado:

Para finalizar, e já que estamos falando de IR, veja também as dicas para a declaração de IR do Vitor Nagata!

Ulisses Nehmi é editor do Blog do Investidor e profissional da área de investimentos.

Artigos relacionados
55 Comentários
  1. Paulo, em 06/03/2012

    Ulisses,

    E quanto ao saldo em conta corrente na minha corretora?

    Seria ‘Bens e Diretos’ > Código 49 – Outras aplicações e investimentos?

    Parabéns pela série de artigos.
    Abraços.

    • Ulisses Nehmi, em 07/03/2012

      Paulo,
      Eu costumo lançar como ’61 – Depósito bancário em conta corrente no País’, acho que faz mais sentido. Afinal, dinheiro parado na conta da corretora só está mais difícil de gastar com consumo, mas não está aplicado, certo?
      Abs

      • Paulo, em 07/03/2012

        Obrigado Ulisses, alterarei o meu também!

      • Felipe, em 10/03/2012

        Eu já ouvi dizer (e utilizo) o cód 69 – outros depósitos à vista e numerário. Acho que faz sentido, visto que a conta na corretora não é uma conta corrente em meu nome.
        O que você acha?

        • Ulisses Nehmi, em 10/03/2012

          Felipe,
          É verdade, faz sentido mesmo. Acho que vou mudar na minha declaração.
          De qualquer forma, pra Receita e pro contribuinte, o importante é que ela esteja lançada no IR, pra evitar oscilação de patrimônio não justificadas.
          Abs

    • maria, em 17/06/2013

      muito bom o blog,gostei

  2. Luiz ASA, em 06/03/2012

    Cara,
    com suas dicas, não tem erro!
    Essa série de artigos é “uma mão na roda”!
    Valeu!

    • Ulisses Nehmi, em 07/03/2012

      Luiz,
      Muito obrigado pelo comentário!
      Abs

  3. Muito bom mesmo! Além de explicar de forma escrita, o site ainda demonstra como declarar o IR fornecendo exemplos práticos e mostrando quadro a quadro.. parabéns, muito bom., em 10/03/2012

    Olá, sei que ainda não saiu artigo sobre como declarar ações, mas gostaria de saber:

    1 – Como declarar ações que estão em carteira há muitos anos. Ex situação dos papéis em 2010 e situação em 2011. Devemos declarar em situação a valorização ou desvalorização dos papéis? Se há 100 ações foram compradas em 2010 num total de R$ 1000,00 e em 2011 elas permanecem na carteira e sofreram desvalorização de R$ 500,00. Como declarar esta a situação 2010 e 2011?

    2- Como declara juros e dividendo

    Elaine, 10-3-2012

    • Ulisses Nehmi, em 10/03/2012

      Elaine,
      Muito obrigado pelo comentário!
      Eu peço que aguarde mais uns dias e você verá um guia passo a passo.
      Abs

  4. MaFê, em 17/03/2012

    Muito boas dicas, me ajudaram bastante. Aguardo o restante das informações.

    • Ulisses Nehmi, em 18/03/2012

      MaFê,
      Muito obrigado pelo comentário! As próximas devem ser postadas nos próximos dias…
      Abs

  5. Douglas, em 20/03/2012

    Olá!
    Primeiramente Parabéns pelo Blog. Está ótimo!
    Tenho uma dúvida:

    - Em 2006 comprei um imóvel financiado pela CEF com o valor venal de aproximadamente R$ 35mil, mas nunca informei nas declarações de IRPF anteriores (pois não sou obrigado a declarar). Na epoca dei um sinal de R$ 11mil para a compra. Desde então tenho uma divida financiada com o SFH (sistema de financiamento habitacional). e em 2012 vou fazer minha primeira declaração.

    1. Como faço para declarar meu imóvel a partir de agora?
    2. Como lanço o que paguei nos anos anteriores?
    3. Como lanço o saldo devedor?

    • Ulisses Nehmi, em 21/03/2012

      Douglas,
      Muito obrigado pelo comentário!
      Com relação ao imóvel, não sei exatamente como fazer. O ideal é buscar a ajuda de algum contador ou especialista no assunto. Prefiro não arriscar atrapalhar ao invés de ajudar.
      Abs

  6. JULIANA APARECIDA, em 21/03/2012

    Ulisses, em primeiro lugar parabéns pelo blog, mais ainda tenho uma duvida.
    Eu que faço a declaração de minha mãe e estou com duvida como coloco a conta corrente dela?
    “Bens e Diretos > Código 61 – Depósito bancário em conta corrente no País’, ou , Código 69 – outros depósitos à vista e numerário”?

    • Ulisses Nehmi, em 23/03/2012

      Juliana,
      Muito obrigado pelo comentário!
      Se for conta corrente no Brasil, então deve ser declarada como 61 – Depósito bancário em conta corrente no País.
      Se for corretora, veja o artigo sobre como declarar o saldo em corretora.
      Abs

  7. Fábio Freire, em 23/03/2012

    Olá! Parabéns pela iniciativa! Já me ajudou muito a ter informações para discutir com o contador aqui! rsrs
    Gostaria de obter informações a respeito da declaração dos ETF’s, quando pretende publicar algo a respeito disso?
    Se não pretende publicar algo tão cedo, poderia me adiantar em qual código devo declarar na parte de bens e direitos? E o valor, deve ser o valor do fechamento da cotação em 31/12?
    Grato desde já!
    Abraço!

    • Ulisses Nehmi, em 07/04/2012

      Fábio,
      Muito obrigado pelo comentário!
      Nessa semana postei um artigo sobre o tema: Como declarar os ETF no Imposto de Renda?.
      Abs

    • Ulisses Nehmi, em 07/04/2012

      Em tempo, observe que o valor não é o de fechamento de 31/12, mas sim o valor de aquisição.
      Abs

  8. Tair, em 29/03/2012

    Olá Ulisses
    vc tem como me ajudar?
    a Minha dúvida é: eu tinha um valor aplicado em ações da vale do Rio Doce que na época podia-se aplicar através de um certo valor retirado do FGTS, na época era pra funcionários bancários, no caso já não trabalho mais no Banco, e resgatei essas ações em 2011, mas no informe de rendimentos enviado pelo banco não consta o resgate, já no informe do ano passado estava no informe do banco os rendimentos dessas ações, e declarei normalmente, mas eles não informavam o saldo bruto,só os rendimentos e quando resgatei teve um desconto de imposto de renda.
    Como declaro esse resgate?
    e como vou saber se o valor do imposto abatido no resgate pode ser deduzido agora?
    Obrigada.

    • Ulisses Nehmi, em 07/04/2012

      Tair,
      Isso era um fundo? Se for, deve ser declarado exatamente como aparece no Informe de Rendimentos.
      Abs

  9. Rafael, em 31/03/2012

    Obrigado pelas informações. Me ajudou muito. Um abraço

    • Ulisses Nehmi, em 07/04/2012

      Rafael,
      Muito obrigado pelo comentário!
      Abs

  10. Ulisses Chinen, em 02/04/2012

    Parabéns pelo Blog! Excelente conteúdo e informação.

    • Ulisses Nehmi, em 07/04/2012

      Xará,
      Muito obrigado pelo comentário!
      Abs

  11. Lucia, em 20/04/2012

    Eu e meu esposo temos uma pequena empresa de manut. e fazemos a declaração simplificada onde todos os bens do casal estao na declaração dele, exceto as cotas da firma. Gostaria de saber se os investimentos e previdencia privada (VGBL) que estao no meu nome deveriam ser declaradas na declaração dele ou na minha?
    Fico no aguardo,obrigada!

    • Vitor Nagata, em 26/04/2012

      Lucia, devem ficar na sua declaração.
      Abs!

  12. Frederico Schmidt, em 20/04/2012

    Uma dúvida:
    Li a seção sobre Alguel de ações porém como faço para declarar se passei posicionado na venda (tomador de Aluguel) no final do ano?
    Atenciosamente.

  13. Melo, em 23/04/2012

    Eu e minha esposa fazemos declarações separados. Ela transferiu ao longo do ano R$ 60 mil para nossa conta conjuta que está no meu nome, sendo que este o IR foi já foi retido na fonte (empregador da minha esposa). Devo e como declarar este 60mil que foram depositados na minha C.Corrente?

    • Vitor Nagata, em 26/04/2012

      Melo, deixe sua esposa declarar este valor, afinal ela que tem como comprovar a origem.
      Abs!

  14. Ricardo, em 24/04/2012

    Parabéns pelo excelente artigo. Poderia explicar como se declaram ganhos/perdas e “custódia” (posse em 31/12) de Mini-contratos (Contratos Futuros)?

  15. Lucia, em 28/04/2012

    Obrigada, Vitor pela dica anterior.
    Outra duvida: Temos o Flexprev VGBL empresarial que é debitado mensalmente em nossa conta juridica, como e onde declarar isso?

  16. Mauricio, em 30/04/2012

    Parabéns pelo blog. Oxalá todos fizessem o mesmo, onde podemos utilizar a rede para nos ajudarmos mutuamente. Que esse trabalho, assim como outros, possa crescer. Muito obrigado!

  17. Guilherme, em 23/05/2012

    Uma dúvida:
    Eu e minha esposa temos uma empresa, os lucros ao invés de serem divididos conforme as quotas, são transferidos para uma conta conjunta nossa (p. física). Li em outros artigos que o valor na conta deve ser dividido conforme as quotas para serem declarados separados na minha e na declaração dela… A minha dúvida é que parte desse dinheiro é investido num fundo de renda fixa, e o fundo é vinculado somente ao meu CPF. Como devo declarar esse fundo uma vez q lá tem dinheiro meu e dela? Obrigado e parabéns pelo blog.

  18. Ganhando Muito, em 10/07/2012

    Olá,

    Quem está na faixa de isento do imposto de renda. Paga os impostos referentes aos ganhos com investimentos?

    Obrigado!
    Ganhando Muito

  19. João Capetini, em 29/08/2012

    Ulisses Nehmi, bom dia! Vê se pode me orientar: tenho perdas com venda de ações (mercado à vista) e agora obtive ganhos com venda de FII. Para calcular o IRRF, posso compensar as perdas na venda de ações com o ganho obtido no FII?
    Parabéns pelos seus artigos! Sou teu seguidor!
    Abraços e obrigado.
    João Capetini

  20. Paulo, em 26/12/2012

    Oi Ulisses,
    Como faço para declarar uma posição vendida em futuros agro (milho/boi)?
    E a margem de garantia que está na BM&F?
    Obrigado

  21. douglas, em 19/01/2013

    fiz um empréstimo, para realizar um investimento, porem já possuo minha renda fixa que é descontado todos os meses o IR. Gostaria de saber como proceder em relação ao investimento, se nesse caso eu somo com meus ganhos ou se será declarado separadamente, e ainda, não consegui recuperar o que investi como devo declarar.
    desde de já obrigado.

  22. Fernando, em 04/03/2013

    Fiz operações com opções (venda coberta) em conjunto com ações. Como faço para declarar? Grato.

  23. Cleber B. Nicoletti, em 18/03/2013

    Olá, em 2012 assinei um contrato de compra de um apartamento ainda em construção, dei uma entrada e estou pagando parcelas fixas até a obra ser concluida. Depois de concluída irei financiar o saldo pela Caixa Economica Federal.
    Minha duvida é como lançar esses valores pagos…. já posso informar o imovel como bem?

  24. Luciane, em 26/03/2013

    Ulisses/ Vitor

    Preciso de uma orientação ref. ao valor recolhido como come cotas de investimento em FIDC. O sd a ser declarado é o mesmo que apliquei ou é o sd corrigido de 31/12/12? O investimento não foi resgatado, então o campo de rendimentos liq suj a trib exclusiva não deve constar nada, certo? Pois o vr recolhido de come cotas não é rendimento é imposto na fonte, Ok?

    Aguardo suas orientações.

  25. Ana Maria, em 02/04/2013

    Tenho um pequeno comercio com um socio.Abrimos no ano passado.Somos ME. Eu não preciso declarar o Imposto mas veio no meu informe bancario as aplicações e rendimento da empresa.Veio no meu e do meu socio.Declaro?
    Agradeço se me responderem

  26. alencar, josé, em 10/04/2013

    onde declaro um investimento em agronegócio. no campo 69 da declaração de bens? o valor foi 100.000

  27. Marcos, em 15/04/2013

    Com que código devo declarar na parte de Bens e Direitos do IRPF os recursos aplicados em LCA (Letras de Crédito do Agronegocio)?

  28. Iara Keiko, em 21/04/2013

    O blog ajudou-me demais. Muito obrigada!

  29. thiago, em 21/04/2013

    tenho 100 mil reais e gostaria de saber quais seriam as opcoes de investimento mais rentaveis, eu nao preciso deste dinheiro, porem quero algo q nao perca. ja penso neste como minha forma de aposentar com uma bela quantia

  30. André, em 30/05/2013

    Excelente tópico. No meu blog, http://www.maodevacaweb.com.br, existem artigos relacionados e aprendo muito com vocês.
    Sucesso!

  31. FLAVIO DIAS, em 13/02/2014

    Boa tarde !
    Tira uma duvida .
    Tenho uma aplicação desde 2011 e nunca declarei . qualquer valor aplicado deve declarar o imposto ou tem limite .
    O que devo fazer?

  32. RICHARD MEDEIROS DE ARAÚJO, em 28/02/2014

    Como lanço da Letra de Cambio do Agronegócio? em que parte do sistema de imposto de renda?

  33. David, em 02/03/2014

    Ótimo artigo! Muito útil, usando em na Declaração de 2014!

  34. Maria Lucia Machens, em 17/03/2014

    Parabéns pelo excelente e didático conteúdo dos artigos em seu blog. Lendo sobre como declarar venda de ações no IR até o valor mensal de R$ 20.000,00 surgiu uma dúvida: tenho que pagar algum outro imposto sobre o lucro obtido na ocasião da venda? Caso a resposta seja positiva, como faço isto e em que período (no mesmo mês, ano) esta tributação deverá ser paga?
    Em que item declaro este lucro no IR?
    Desde já agradeço a informação.

  35. Rosilane, em 17/04/2014

    Adorei o blog e aproveito para tirar uma dúvida, que qual código de Bens e Direitos eu lanço os títulos de capitalização (Ourocap, Pic Itau, etc.)

  36. Élida, em 21/05/2014

    Preciso começar a pensar sobre isso, ainda não fiz nenhuma declaração.

    Neste caso, há como contratar um profissional para evitar erros?

    http://queroinvestirmeudinheiro.blogspot.com/

  37. Sam, em 13/07/2014

    Bom dia, gostaria que vocês do blog coloca se investimento em opções. Desde já fico grata

Deixe seu comentário

*

Receba as novidades do Blog do Investidor